• Ignacio Barros Barreto

Robert Huebner - Alexandru Segal 0-1 Dresden 1969

Alexandru Sorin Segal foi um mestre internacional romeno, naturalizado brasileiro. Foi campeão brasileiro em 1974 e 1978 e fez parte da equipe brasileira em cinco olimpíadas.

Um dos personagens mais divertidos e carismáticos do xadrez brasileiro, é protagonista de dezenas de anedotas e histórias engraçadas, como a seguinte, que me foi contada pelo GM Gilberto Milos:

*** No início da olimpíada de Dubai, em 1986, Segal apostou contra outros membros da equipe que a URSS ganharia seria campeã, dando inclusive vantagem na aposta. Bom, considerando que seus dois primeiros tabuleiros eram Kasparov e Karpov, parecia uma barbada. Acontece que os primeiros resultados não foram muito bons, e a cada rodada Segal ia vendo a Inglaterra abrir vantagem em primeiro, e se pondo cada vez mais nervoso, afetando inclusive seu próprio jogo. A coisa chegou a tal ponto em que Segal foi reclamar com um perplexo Smyslov, capitão da equipe soviética, pedindo para que ele não escalasse mais o GM Tseshkovsky, que segundo ele, “Não jogava nada”. E equipe brasileira, então, para resolver o crescente problema, decidiu “recomprar” a aposta, com algum deságio, o que fez a felicidade e alívio do Segal. Bom, o pior foi que que os soviéticos impuseram um final de torneio fortíssimo, atropelando e ganhando o primeiro lugar, para novo desespero do Sorin... ***


Ao final de sua carreira tinha um estilo muito seguro e sólido, mas quando jovem jogava de forma agressiva, buscando complicações táticas, como mostra essa vitória sobre Robert Huebner, no mundial de jovens, quando tinha 22 anos:


Robert Huebner - Alexandru Segal 0-1

Dresden 1969


1. e4 e5 2. Cf3 Cf6 3. d4 exd4 4. e5 Ce4 5. Dxd4 d5 6. exd6 Cxd6 7. Bd3 Cc6 8. Df4 g6 9. O-O Bg7 10. Te1+ Be6 11. Cg5?! ( É melhor 11. Cc3) O-O! 12. Cxe6 fxe6 13. Dg4 Df6 (A coluna f compensa plenamente o peão e) 14. Dg3 ( Se 14. Dxe6+ Dxe6 15. Txe6 Bd4 =+ ) Cb4 15. Tf1 Cf5 16. Dxc7 Tac8 17. Dxb7 Cxd3 18. cxd3



Cg3!! ( Sacrifício fortíssimo e decisivo. As brancas não conseguem parar as ameaças na coluna f e nas casas negras f2, d4, h4 e h6) 19. hxg3 Txc1 20. Txc1 Dxf2+21. Rh1 Dxg3 22. De7 De3!

23. Dxf8+( Se 23. Cc3 Dh6+ 24. Rg1 Bd4#) Rxf8 24. Tc8+ Re7 25. Tc7+ Rd6 26. Txg7 Dc1+27. Rh2 Dxb2 28. Txh7 Dxa1 (O resto é esperneio) 29. Ca3 a6 30. Cc4+ Rc6 31. a3 Rc5 32. Th3 Df6 33. Rg1 Rd4 34. Tf3 Dg5 35. Rf2 e5 36. Ce3 Rxd3 37. Cf1+ Rd4 38. Tg3 De7 39. Ce3 Dh4 40. Cf1 e4 41. Re2 Df4 42. Tb3 Dg4+43. Rf2 Dd1 44. Tg3 g5 45. Rg1 a5 46. Rf2a4 47. Th3 e3+ 48. Cxe3 Dd2+ 49. Rf3 Dxe3+ 50. Rg4 De4+ 51. Rg3 Df4#

21 views

Tel/Whatsapp: 85 99991 7141

Fortaleza - CE
 

©2017 by Ignacio Barreto